segunda-feira, 30 de novembro de 2015

O Fator Felicidade



O Fator Felicidade

Todo ser humano busca a felicidade. A maioria a procura no lugar errado: fora de si mesmo.

Por mais que se tente demonstrar que a felicidade é um estado interno de ser, que não depende do que acontece no entorno, ainda é muito difícil para as pessoas soltarem a crença de que “serei feliz se... ou serei feliz quando...”

Assim como o amor, a felicidade é totalmente incondicional. Alguns perguntarão: mas como serei feliz se há tanta infelicidade no mundo? Sendo. Simples assim.

Trata-se de um ato de vontade, de domínio próprio decidir o que se quer sentir. Você está no controle e ninguém mais, a não ser que dê esse controle a alguém ou a alguma outra força. Qualquer coisa fora disso é uma questão de autossabotagem.

Um ser feliz cria a própria realidade de maneira absoluta, impecável. Como a felicidade o conecta com a própria Centelha Divina, tudo o que cria nesse estado está certo para sua alma. Quanto mais a pessoa cria em estado de fluxo, maior a confiança que deposita na vida. E quanto maior a confiança, maior o fluxo.

Portanto, a primeira atitude para se sair dos problemas é entender que eles foram criados por você e serão resolvidos somente por você. Nenhum outro ser encarnado ou não pode criar na sua realidade. 

O segundo passo é trabalhar na solução, com perseverança e com confiança absoluta de que vai conseguir. A dúvida na própria capacidade de resolver os problemas cria exatamente isso.

E o último e mais penoso para as pessoas: aguardar pelos resultados, sem ansiedade. O que determina o tempo para receber o que se deseja é uma dinâmica complexa que está fora do seu alcance. Renda-se a isso também.

Não queira ser feliz. Seja.

O resto virá a seu tempo.


Um comentário:

  1. Grande verdade!
    Não paramos para pensar: ser, apenas ser.
    Muitas vezes dizemos: - Deus está comigo. Porém não permitimos a felicidade.

    ResponderExcluir